BIOACÚSTICA

PLANO_DE_FUNDO_BIOACUSTICA.0006.JPEG.jpg

O IPBio recebeu uma doação de equipamentos para gravação de áudio- Song Meter SM4 e software para análises - Song Scope, da Wildlife Acoustics em 2016.

 

Desde então, o IPBio faz gravações de alta qualidade de animais silvestres, que são hoje armazenadas no nosso banco de sons. Essas gravações nos permitem entender mais detalhadamente a composição, distribuição, uso do habitat, padrões comportamentais e períodos de pico de atividade das espécies.

SOBRE O PROJETO

for-web-cave-768x1024.jpg

Leptodactylus flavopictus

Os áudios foram registrados por um período de um ano em um sítio de reprodução da rã-rajada – Leptodactylus flavopictus, espécie considerada rara e endêmica da Mata Atlântica. Esta foi a segunda vocalização já registrada desta espécie desde a sua descoberta. Em colaboração com o Dr. Luis Felipe Toledo da UNICAMP e seus alunos, estamos analisando os áudios para traçar o padrão de atividade sazonal da espécie, descrever os meses em que a espécie está ativa e avaliar o perfil da atividade diária.

Leptodactylus flavopictus.IPBio.IMG_2885.JPG
Leptodactylus notoaktites.IPBio.DSC02160.JPG

Leptodactylus notoaktites

Em junho de 2018, recebemos uma estagiária, Kelsey Higney, da Universidade de Antioch, de New Hampshire, que dedicou tempo para mapear a vocalização de três espécies de rãs durante um ano de coleta de dados para entender suas variações sazonais. Uma dessas espécies foi a Leptodactylus notoaktites, que é endêmica da Mata Atlântica.

noto-graph.png

Procnias nudicollis

Procnias nudicollis, conhecida popularmente como araponga, é considerada “vulnerável” devido à destruição de habitat e ao comércio ilegal de animais silvestres. Esta ave magnífica atrai muita atenção dos traficantes devido à sua beleza e vocalização . Em 2018, David Atch, voluntário de Israel, estudou os padrões de atividades sazonais da espécie, elaborando um gráfico com seus períodos mais intensos de atividade.

araponga_0.9_heat.png
Procnias nudicollis_IPBio.IMG_3565-1.jpg

EXEMPLOS