PLANO_DE_FUNDO_01.IMG_3324.jpg

Pesquisa em Biodiversidade de Anfíbios

O IPBio deseja entender a distribuição de anfíbios, entender seus hábitos reprodutivos, rastrear a composição e o bem-estar das espécies, além de encontrar novas espécies em potencial. A coleta de dados é realizada usando duas metodologias, a saber, busca ativa noturna e armadilhas. O IPBio selecionou 6 locais diferentes, que variam em fatores como altitude, impacto antropogênico e estágio de regeneração da floresta e montou 5 armadilhas em cada local.

Biodiversidade

O IPBio realiza inventários regulares de espécies de sapos e encontrou um total de 38 espécies na Reserva Betary. Recentemente, o IPBio construiu um novo local de armadilha situado em uma altitude muito mais alta e inexplorada. O IPBio acredita que somente esse fator levará à descoberta de diferentes espécies na reserva. Além disso, o IPBio espera encontrar novas espécies que ainda não foram descritas cientificamente.

IMG_1864-1-1024x768.jpg

Biologia

O IPBio estuda a biologia, hábitos reprodutivos e etologia de sapos nativos. Compreender a reprodução das espécies é essencial para os esforços de conservação.

PLANO_DE_FUNDO_02.IPBio.FP11691.jpg
Inserir um subtítulo.png

Avaliação da Infecção de Boana faber por Batrachochytrium dendrobatidis

Bd (Batrachochytrium dendrobatidis) é um fungo que vem dizimando populações de anfíbios no mundo todo. Nosso projeto tem como objetivo compreender o padrão de disseminação da doença , número de girinos infectados e compreender se esses podem completar o processo de metamorfose e chegar a fase adulta. Esses dados são de extrema importância para elaboração de ações para conservação de anfíbios.

Inserir um subtítulo.png

Biologia e comportamento de Leptodactylus flavopictus

Leptodactylus flavopictus é uma espécia considerada rara , sobre qual pouco se conhece sobre seu real status de conservação. Ipbio avalia o desenvolvimento pré e pós metamórfico em cativeiro para elaborar ações de conservação.

Inserir um subtítulo.png

Interferência da Perda Parcial da Cauda no Desenvolvimento de Girinos de Dendropsophus elegans – 2010.

Pesquisador: Ana Glaucia da Silva Martins. Orientador: Dr Luis Felipe Toledo. UNICAMP

Inserir um subtítulo.png

Anuros de Áreas Conservadas e urbanizadas do Município de Iporanga, estado de São Paulo, Brasil – 2010.

Pesquisador: Isaias Santos. Orientador: Dr Luis Felipe Toledo. UNICAMP

Inserir um subtítulo.png

Warming drives cryptic declines of amphibians in eastern Brazil (O aquecimento leva ao rápido declínio de anfíbios no leste do Brasil).

Durante nove anos (2010 – 2019), os pesquisadores do IPBio – Reserva Betary, realizaram um estudo de monitoramento padronizado de anfíbios anuros da Mata Atlântica, os dados coletados durante este período foram correlacionados com dados climáticos para entender, se este fator realmente contribuí para o declínio populacional de anfíbios anuros.  

Inserir um subtítulo.png

Seasonal prevalence of the amphibian chytrid in a tropical pond-dwelling tadpole species
(Prevalência sazonal do quitrídio Batrachochytrium dendrobatidis (Bd) em uma espécie de girino que vive em lagoas tropicais).

A infecção pelo fungo quitrídio Batrachochytrium dendrobatidis (Bd) é uma grande ameaça aos anfíbios e tem causado declínios catastróficos em populações de anfíbios do mundo inteiro. Alguns estudos detectaram um padrão sazonal de infecção associado ao clima local. Ao longo de dois anos girinos da espécie Boana faber foram coletados e analisados para entender a prevalência da infecção por Bd na Reserva Betary, Iporanga – SP – Brasil.

Inserir um subtítulo.png

Leptodactylus flavopictus: temporal calling activity and tadpole redescription
(Leptodactylus flavopictus: Atividade de vocalização e redescrição do girino).

A atividade de vocalização dos anuros está ligada a condições ambientais adequadas, especialmente umidade, temperatura e precipitação. Consequentemente, a estação reprodutiva é frequentemente concomitante à estação chuvosa para a maioria das espécies de anuros. Neste estudo avaliamos a atividade de vocalização 
de L. flavopictus através de um monitoramento bioacústico passivo durante um ano. Também reescrevemos a morfologia interna da boca dos girinos.

ARTIGOS DE PESQUISA